fddbee52

4.7. Sistema eletrônico de direção de EPS

Informação geral

Figo. 4.43. Elementos básicos de sistema eletrônico de direção de EPS: 1 – válvula eletromagnética; 2 – bomba; 3 – sensor de velocidade do carro; 4 – unidade de controle


O sistema eletrônico de dirigir (EPS) contém os mesmos elementos, que o sistema da direção com o ampliador hidráulico. Além disso, a válvula eletromagnética (figo. 4.43) fornece-se no bloco do ampliador da direção e a unidade de controle na lista central abaixo do rádio-receptor. Para a gestão de uma corrente líquida no mecanismo de direção a válvula eletromagnética funciona da corrente que chega da unidade de controle que recebe sinais de VSS (o sensor de velocidade do carro).
O sistema EPS executa a função habitual da direção em caso de maus funcionamentos no sistema. EPS exerce o controle eletrônico da oferta da corrente ao solenóide da válvula de passagem secundária, regulando o montante de líquido no cilindro com base em sinais do sensor da gestão e, assim, modificando o esforço cercado dependendo da pressão hidráulica que, à sua vez, depende da velocidade do carro.

Figo. 4.44. Acordo do bloco (1) de gestão (EPSCM)


A unidade de controle (EPSCM) instala-se no consolo central abaixo do rádio-receptor (figo. 4.44).

Válvula eletromagnética

Figo. 4.45. Válvula eletromagnética: 1 – unidade de controle hidráulica; 2 – torcedura; 3 – válvula rotativa; 4 – da bomba de óleo; 5 – compartimento direito do cilindro; 6 – deixado compartimento do cilindro; 7 – a um tanque; 8 – válvula eletromagnética; 9 – empurrador; 10 – pistão; 11 – primavera


No mecanismo de dirigir a válvula eletromagnética da gestão de uma corrente líquida no sistema hidráulico do ampliador de dirigir (figo. 4.45) localiza-se.
A válvula eletromagnética compõe-se de uma primavera, o pistão e um empurrador. A corrente de entrada nos sinais que chegam da unidade de controle EPS modifica-se de 0 para 1 um dependendo da velocidade do movimento do carro. No momento da inclusão da ignição a corrente começa a prosseguir via a válvula eletromagnética, o pistão contatar a um empurrador que supera a resistência de primavera como isso aumenta. Como a velocidade do carro aumenta, as reduções atuais prosseguem – o pistão abaixo da influência de umas quedas de primavera.
No momento da subida o pistão fecha uma abertura da provisão líquida, a pressão total de líquido transfere-se para o cilindro. Mas quando abaixando o pistão a abertura se abre, uma parte de líquido das fusões de válvula em um tanque por meio de uma abertura na válvula rotativa.

PREVENÇÃO
Se for necessário retirar a direção mecanismo de EPS, para uma exceção do dano convencem-se que a tomada se desconecta.

 Funcionamento de sistema eletrônico de direção de EPS 
Volta esquerda (em sentido inverso ao movimento dos ponteiros do relógio).

Figo. 4.46. O esquema de funcionamento de sistema eletrônico de direção de EPS na volta esquerda: 1 – bomba; 2 – tanque; E – em uma velocidade baixa; Em – em uma alta velocidade; e – provisão de líquido a porto "B"; b – provisão de líquido de porto "A"; com – da bomba de óleo; d – de um tubo do cilindro direito; e – porto "A"; f – porto "B"; g – a um tubo do cilindro esquerdo; h – compartimento direito do cilindro; – deixei o compartimento do cilindro; j – a fenda fecha-se; k – provisão de líquido de "E"; l – provisão de líquido a "em"; m – a fenda está aberta


A bomba de óleo da direção cria a pressão, e o líquido vem à válvula rotativa. Em interação das rodas rotatórias e resistência de pneumáticos as voltas de torcedura. Em uma alta velocidade do movimento do líquido do carro da válvula rotativa move-se para a válvula eletromagnética por meio da abertura mais baixa e sai pelo topo que se abre ao sítio da conexão com o pistão (figo. 4.46). Neste tempo o pistão repele-se fora como o esforço de uma primavera é mais do que o esforço de um empurrador da válvula eletromagnética. O líquido passa por uma fenda entre o pistão e uma parede lateral e vem à válvula rotativa então funde em um tanque por um dreno que se abre entre a válvula rotativa e a torcedura. Assim, a pressão criada pela bomba não influi no esforço cercado a uma roda de direção.
Na redução da velocidade do carro e direito cortam uma abertura da união de pistão deixada, fecha-se gradualmente, e a pressão líquida criada pela bomba transfere-se para o compartimento esquerdo. Assim, o esforço cercado a uma roda de direção diminui.
Volta direita (no sentido do movimento dos ponteiros do relógio).

Figo. 4.47. O esquema de funcionamento de sistema eletrônico de direção de EPS na volta direita: 1 – bomba; 2 – tanque; E – em uma velocidade baixa; Em – em uma alta velocidade; e – provisão de líquido a porto "B"; b – provisão de líquido de porto "A"; com – da bomba de óleo; d – a um tubo do cilindro direito; e – porto "A"; f – porto "B"; g – de um tubo do cilindro direito; h – compartimento direito do cilindro; – deixei o compartimento do cilindro; j – a fenda fecha-se; k – provisão de líquido de "E"; l – provisão de líquido a "em"; m – a fenda está aberta


O sistema eletrônico da direção de EPS na volta direita funciona na sequência, o regresso ao funcionamento na volta esquerda (figo. 4.47).