9.4.7. Extração por meio de bomba de sistema de condicionamento aéreo

PREVENÇÕES
Quando o sistema de condicionamento aéreo está aberto, isto é, une-se à atmosfera, por exemplo durante instalação ou reparo, por meio da bomba de vácuo do sistema é necessário bombear o ar fora atmosférico.
Depois que a instalação de um sistema de condicionamento aéreo de elemento deve bombear-se fora dentro de 15 minutos. O nó que se abriu para reparo e serviço tem de bombear-se fora dentro de 30 minutos.

Executa bombear no carro com o motor ocioso.
Una um coletor de medir ao porto do manômetro do compressor.
Válvulas fechadas de pressão alta e baixa.
Assegure-se que o líquido refrigerante se funde do sistema de condicionamento aéreo.
Anexe a mangueira central de um coletor de medir a uma entrada da bomba de vácuo.
Lance a bomba de vácuo e as válvulas abertas da pressão alta e baixa.
Em 10 minutos convencer-se que a depressão é igual a 94,39 kPa. Se for impossível conseguir a depressão necessária, portanto no sistema de condicionamento aéreo há um rombo que tem de eliminar-se na seguinte ordem:
– feche ambas as válvulas de um coletor de medir e pare a bomba de vácuo;
– encha o sistema de condicionamento aéreo de 0,4 quilogramas do líquido refrigerante;
– um techeiskatel verifica a tensão do sistema de condicionamento aéreo e elimina qualquer rombo encontrado;
– líquido refrigerante de fusão do sistema de condicionamento aéreo, logo realize a extração por meio de bomba do sistema. Se os rombos não se encontram, continuam bombeando fora o sistema.
Lance a bomba de vácuo.
Abra ambas as válvulas antes de receber depressão de 94,39 kPa.
Depois que o manômetro da pressão baixa mostra a depressão perto de 94,39 kPa, continue bombeando de mais 15 minutos.
Depois de bombear dentro de 15 minutos fecham válvulas e parada a bomba de vácuo. Desconecte uma mangueira da bomba de vácuo. Agora o sistema está pronto ao posto de gasolina.